Ganhadores do Nobel da Paz receberão medalha feita de ‘ouro ético’

Mineiros colombianos forneceram ouro de mina certificada como ética.
Cooperação visa destacar problemas enfrentados pelos mineiros no mundo.

Os ganhadores do prêmio Nobel da Paz de 2015, os integrantes Quarteto do Diálogo Nacional da Tunísia, assinam livro no Instituto Nobel em Oslo, na Noruega, nesta quarta-feira (9) (Foto: Haakon Mosvold Larsen/NTB/Reuters)

Os ganhadores do prêmio Nobel da Paz de 2015, os integrantes Quarteto do Diálogo Nacional da Tunísia, assinam livro no Instituto Nobel em Oslo, na Noruega, nesta quarta-feira (9).

Quando os ganhadores do Prêmio Nobel da Paz deste ano receberem sua medalha de ouro em uma cerimônia nesta quinta-feira (10), um grupo de mineiros colombianos também se sentirá orgulhoso com a apresentação da primeira medalha do Nobel feita de “ouro ético”.

Uma equipe de mineiros da cidade colombiana de Iquira, no sudoeste do Departamento de Huila, forneceu o ouro para o prestigioso prêmio a partir de uma mina certificada como ética.

A medalha é resultado de uma cooperação entre a Casa da Moeda norueguesa, que produz a medalha, e a entidade colombiana sem fins lucrativos Aliança para a Mineração Responsável, com a finalidade de destacar os problemas enfrentados pelos mineiros que operam em pequena escala em regiões pobres do mundo.

“Sentimo-nos muito orgulhosos de saber que o Prêmio Nobel foi feito com material que veio daqui, da nossa região, e é um material muito ético e justo”, disse Jose Ignácio Pérez, um mineiro na Cooperativa Iquira, à Fundação Thomson Reuters .

A medalha será entregue em Oslo ao Quarteto do Diálogo Nacional da Tunísia, os mediadores responsáveis ​​por evitar que o país mergulhasse em uma guerra civil na sequência da Primavera Árabe.

Os 150 gramas de ouro 18 quilates da medalha de 63 milímetros vêm da Cooperativa Iquira, premiada com a certificação Fairmined por atender às exigências rigorosas sobre práticas responsáveis, proteção ambiental e desenvolvimento social. A certificação Fairmined visa reduzir o impacto nocivo da mineração ilegal em países em desenvolvimento ricos em minerais.

A produção de ouro tem sido associada a abusos nos locais de mineração, incluindo trabalho forçado e infantil, bem como o deslocamento forçado de populações e a degradação ambiental, segundo o grupo de direitos trabalhistas Verité, sediado nos Estados Unidos.

A mineração de ouro é uma fonte crucial de renda para muitas comunidades da América Latina, África e Ásia. Cerca de 90 por cento dos mineiros de ouro do mundo trabalham em minas improvisadas e de pequena escala, muitas vezes enfrentando condições difíceis.

FONTE:

 

Calendário

janeiro, 2019

Ordenar Opções

dom

seg

ter

qua

qui

sex

sab

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Sem eventos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Enem 2018: resultado é divulgado pelo Inep; veja como consultar a nota
Enem 2018: resultado é divulgado pelo Inep; veja como consultar a nota.

Resultado dos treineiros só será divulgado no dia 18 de março. As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 foram divulgadas na manhã desta sexta-feira (18). Para acessar, os candidatos que fizeram o exame devem entrar na Página do Participante (https://enem.inep.gov.br/), incluir o CPF e a senha cadastrada. A nota do Enem só […] [mais]

Sobe para 37 o total de universidades que aceitam notas do Enem em Portugal
Sobe para 37 o total de universidades que aceitam notas do Enem em Portugal.

Inep assinou novo convênio com a Universidade Europeia de Lisboa. A Universidade Europeia de Lisboa será a 37ª instituição de ensino superior de Portugal que vai aceitar o uso da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na seleção de alunos brasileiros. O novo convênio com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) foi […] [mais]

Ministério da Educação define regras para o Fies do primeiro semestre de 2019
Ministério da Educação define regras para o Fies do primeiro semestre de 2019.

Inscrições de 5 a 12 de fevereiro de 2019 O Fies é um programa de financiamento para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas. A portaria mantém as regras sobre quem poderá participar do financiamento: Quem tenha feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, tenha nota igual ou maior […] [mais]