MEC divulga calendário do Sisu 2018/2

Candidatos que fizeram o Enem 2017 e não zeraram na redação podem se candidatar às vagas

Nesta terça-feira (5), o Ministério da Educação (MEC) divulgou no Diário Oficial da União o Edital com o cronograma e as regras da segunda edição de 2018 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

As inscrições deverão ser feitas, exclusivamente pela internet, entre os dias 12 e 15 de junho. A previsão é de que o resultado, com a chamada regular de aprovados, seja publicado no dia 18 de junho no site do Sisu. Os convocados deverão comparecer para matrícula entre os dias 22 e 28 de junho, conforme os horários e locais de atendimentos especificados pelas instituições.

Os participantes que não forem convocados na chamada regular poderão manifestar interesse pela lista de espera entre os dias 22 e 27 de junho.

O MEC ainda não divulgou a quantidade de vagas que serão ofertadas nesta edição do programa.

Quem poderá concorrer?

Para concorrer a uma das vagas, é necessário ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 e não ter tirado zero na redação. Notas de outras edições do Enem não serão aceitas. 

No período de inscrições, o estudante deverá acessar o site do Sisu, informar o número de inscrição e a senha do Enem 2017 e escolher, por ordem de preferência, até duas opções nas vagas ofertadas pelas instituições participantes do programa.

Pesos e nota mínima

Durante o período de inscrição, o sistema calcula uma vez por dia a nota de corte para cada curso, com base no número de vagas disponíveis e nas notas dos candidatos inscritos. O candidato pode, durante esses dias, modificar sua opção quantas vezes quiser. É importante lembrar que o Sisu considera somente a última inscrição concluída.

Algumas instituições participantes do Sisu adotam pesos diferenciados para as provas do Enem. Esta informação estará disponível para o candidato no momento da inscrição. Quando o candidato se inscrever para cursos em que a instituição adotou peso diferenciado para determinada prova do Enem, o sistema fará automaticamente o cálculo, de acordo com as especificações da instituição, gerando uma nova nota. Por isso, um candidato pode ter notas diferentes para cursos diferentes.

Além disso, algumas instituições de ensino adotam uma nota mínima para a inscrição em determinado curso. Ao pleitear uma vaga, o aluno é informado se sua nota obtida é suficiente para concorrer àquele curso. Se não for, ele pode optar por outro curso ou outra instituição.

 

 

 

 

fonte

Calendário

março, 2019

Ordenar Opções

dom

seg

ter

qua

qui

sex

sab

-

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Sem eventos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Enem 2019
Enem 2019.

Enem 2019 será realizado em 3 e 10 de novembro; saiba quando se inscrever.   As provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2019 serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro, conforme divulgado hoje pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão responsável pela prova.   Esta será […] [mais]

Enem 2018: resultado é divulgado pelo Inep; veja como consultar a nota
Enem 2018: resultado é divulgado pelo Inep; veja como consultar a nota.

Resultado dos treineiros só será divulgado no dia 18 de março. As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 foram divulgadas na manhã desta sexta-feira (18). Para acessar, os candidatos que fizeram o exame devem entrar na Página do Participante (https://enem.inep.gov.br/), incluir o CPF e a senha cadastrada. A nota do Enem só […] [mais]

Sobe para 37 o total de universidades que aceitam notas do Enem em Portugal
Sobe para 37 o total de universidades que aceitam notas do Enem em Portugal.

Inep assinou novo convênio com a Universidade Europeia de Lisboa. A Universidade Europeia de Lisboa será a 37ª instituição de ensino superior de Portugal que vai aceitar o uso da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na seleção de alunos brasileiros. O novo convênio com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) foi […] [mais]