Novo índice avalia situação da educação nos municípios

Foi lançado nesta quarta-feira (7) em São Paulo um novo índice que mostra como está a educação nos estados e municípios: o Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB). Ele é uma inciativa do Centro de Liderança Pública com o apoio do Instituto Península, da Fundação Lehmann e da Fundação Roberto Marinho. 

De acordo com os dados, o Ceará vai se firmando como bom exemplo.  Três cidades do estado aparecem nos primeiros lugares do índice de oportunidades da educação brasileira.

O país como um todo ficou com nota 4,5.  Sobral parece em primeiro lugar com 6,1 e já virou referência pelo investimento na qualificação de diretores e professores.
Em segundo e terceiro aparecem Groaíras e porteira com 5,9. Nas piores colocações ficaram Caldeirão Grande, na Bahia, (2,4), Primeira Cruz (2,4) e Conceição do Lago Açu (2,1), no Maranhão.

São Paulo é a capital com a melhor colocação, mas atrás de outros 1. 386 cidades do país. Com 5,1, São Paulo é o estado com melhor avaliação seguido de Minas Gerais e Santa Catarina. O Pará ficou em último lugar.

Idealizadores

O IOEB foi desenvolvido por Reynaldo Fernandes, ex-presidente do INEP e autor do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), e por Fabiana de Felicio, que foi diretora de estudos educacionais do INEP.

Os idealizadores explicam que o novo índice é uma soma de vários indicadores.
“São indicadores de resultado e têm indicadores de insumos, também. Qualidade dos professores, tempo de jornada na escola das crianças, experiência dos diretores”, explica Fabiana de Felício, coordenadora do Iobe.

“Nós olhamos nota de prova, olhamos o fluxo – se os alunos estão passando de ano, se têm possibilidade de os menorzinhos em matrícula em educação infantil, e se eles estão completando na idade correta. Então todos esses elementos são capturados no indicador”, afirma Reynaldo Fernandes.

Veja abaixo os 10 estados com melhor colocação no IOEB  e os 10 municípios líderes do ranking nacional:

Ranking dos 10 estados com maior IOEB
Posição Estado IOEB
São Paulo 5.1
Minas Gerais 5.0
Santa Catarina 5.0
Paraná 4.9
Ceará 4.6
Distrito Federal 4.6
Espírito Santo 4.6
Goiás 4.6
Rio Grande do Sul 4.5
10º Mato Grosso 4.5

 

Ranking dos 10 municípios do Brasil com maior IOEB
Posição Município IOEB
Sobral (CE) 6.1
Groairas (CE) 5.9
Porteiras (CE) 5.9
Centenário (RS) 5.9
Novo Horizonte (SP) 5.8
Bom Sucesso do Sul (PR) 5.8
São Domingos das Dores (MG) 5.7
Paranapuá (SP) 5.7
Monte Castelo (SP) 5.7
10º Brejo Santo (CE) 5.7

FONTE

Calendário

janeiro, 2019

Ordenar Opções

dom

seg

ter

qua

qui

sex

sab

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Sem eventos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Enem 2018: resultado é divulgado pelo Inep; veja como consultar a nota
Enem 2018: resultado é divulgado pelo Inep; veja como consultar a nota.

Resultado dos treineiros só será divulgado no dia 18 de março. As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 foram divulgadas na manhã desta sexta-feira (18). Para acessar, os candidatos que fizeram o exame devem entrar na Página do Participante (https://enem.inep.gov.br/), incluir o CPF e a senha cadastrada. A nota do Enem só […] [mais]

Sobe para 37 o total de universidades que aceitam notas do Enem em Portugal
Sobe para 37 o total de universidades que aceitam notas do Enem em Portugal.

Inep assinou novo convênio com a Universidade Europeia de Lisboa. A Universidade Europeia de Lisboa será a 37ª instituição de ensino superior de Portugal que vai aceitar o uso da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na seleção de alunos brasileiros. O novo convênio com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) foi […] [mais]

Ministério da Educação define regras para o Fies do primeiro semestre de 2019
Ministério da Educação define regras para o Fies do primeiro semestre de 2019.

Inscrições de 5 a 12 de fevereiro de 2019 O Fies é um programa de financiamento para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas. A portaria mantém as regras sobre quem poderá participar do financiamento: Quem tenha feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, tenha nota igual ou maior […] [mais]