Pela primeira vez em 124 anos, uma mulher assume a direção da Poli-USP

Pela primeira vez em 124 anos, uma mulher assume a direção da Poli-USP

“O importante é que as pessoas façam o que têm vontade. O dia em que elas tiverem liberdade para escolher a carreira e exercer seu talento, a gente chegou no equilíbrio”, diz Liedi.

08/03/2018 

O primeiro contato da estudante Liedi Bernucci com a Escola Politécnica da USP, em 1977, não foi nada animador. Com 19 anos à época, ela ouviu a seguinte frase de um professor: “Mulher não deveria entrar na engenharia, porque o que elas querem é casar e acabam roubando a vaga de um homem” (o depoimento pode ser visto no vídeo abaixo, “USP: Aqui NÃO!). De fato, ela se casou, tempos depois, e acabou se tornando a primeira mulher a assumir a diretoria da Poli, uma das escolas de engenharia mais conceituadas do país, depois de 124 anos de comando masculino. A reportagem é de Marina Estarque, da Folha de S.Paulo.

O episódio em sala de aula poderia ter feito a estudante desistir, mas ela seguiu o conselho da mãe: “A melhor resposta é seguir em frente”. Aos 59 anos, Liedi foi eleita nesta quarta-feira (7) para o cargo máximo administrativo da Poli, uma instituição com 452 docentes e mais de 8 mil estudantes. Apesar das “ofensas costumeiras”, como ela descreve o machismo na universidade, a diretoria não duvidava da sua capacidade. Era boa aluna, com notas altas, e isso bastava. “Sou engenheira e objetiva, acredito nos números. Eles falam. Se na comparação eu estava melhor, não tinha como falar que eu era burra”.

Os números, de fato, são significativos. Em 1977, quando entrou na Poli, menos de 5% dos alunos da graduação eram mulheres. Hoje, elas correspondem a 20%. “Sei que parece pouco, mas não é. Passou de 5% para 20%. Tenho muito orgulho desse número”, ressalta. Em relação ao percentual ideal, ela não aponta. “As pessoas me perguntam se deveria ser metade mulher ou mais. Eu não tenho a resposta. O importante é que as pessoas façam o que têm vontade. O dia em que elas tiverem liberdade para escolher a carreira e exercer seu talento, a gente chegou no equilíbrio”, diz.

Mulheres em Luta

No Dia Internacional da Mulher do ano passado (2017) a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli – USP) lançou o vídeo “USP: Aqui Não”, produzido pela instituição, e que trata do tema “Abuso na Universidade”. Nele, alunas contam casos de situações machistas, de assédio e violência sexual vivenciados por elas ou por colegas em salas de aula, festas ou até mesmo no cotidiano da USP. Veja o vídeo, que contém um depoimento da nova diretora da Poli-USP, Liedi Bernucci, abaixo:

Vale lembrar que no ano passado (Abril/2017) um grupo de alunas da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo gravaram um clipe rebatendo mensagens preconceituosas que já ouviram. No vídeo, elas apagam de seus corpos frases como “mulher não bebe”, “sexo frágil”, “cara de empregada” e “já pegou a Poli toda” entre outras.

A iniciativa das estudantes, que frisa que apenas 27% dos ingressantes na Poli nos últimos cinco anos são mulheres, surgiu como parte de uma gincana entre os centros acadêmicos da Poli, chamado IntegraPoli 2017, que propõe uma série de desafios aos alunos da instituição. Veja o vídeo abaixo:

 

#LuteComoUmaMulher

 

 

 

Calendário

fevereiro, 2019

Ordenar Opções

dom

seg

ter

qua

qui

sex

sab

-

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

Sem eventos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Enem 2018: resultado é divulgado pelo Inep; veja como consultar a nota
Enem 2018: resultado é divulgado pelo Inep; veja como consultar a nota.

Resultado dos treineiros só será divulgado no dia 18 de março. As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 foram divulgadas na manhã desta sexta-feira (18). Para acessar, os candidatos que fizeram o exame devem entrar na Página do Participante (https://enem.inep.gov.br/), incluir o CPF e a senha cadastrada. A nota do Enem só […] [mais]

Sobe para 37 o total de universidades que aceitam notas do Enem em Portugal
Sobe para 37 o total de universidades que aceitam notas do Enem em Portugal.

Inep assinou novo convênio com a Universidade Europeia de Lisboa. A Universidade Europeia de Lisboa será a 37ª instituição de ensino superior de Portugal que vai aceitar o uso da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na seleção de alunos brasileiros. O novo convênio com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) foi […] [mais]

Ministério da Educação define regras para o Fies do primeiro semestre de 2019
Ministério da Educação define regras para o Fies do primeiro semestre de 2019.

Inscrições de 5 a 12 de fevereiro de 2019 O Fies é um programa de financiamento para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas. A portaria mantém as regras sobre quem poderá participar do financiamento: Quem tenha feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, tenha nota igual ou maior […] [mais]